Onde tuuuudo começou

Em uma manhã chuvosa, um administrador cansado da gravata e um publicitário de não ter mais café na cafeteira, se olharam e desabafaram sobre o cenário do mercado infeliz em que viviam, do que sentiam falta e de como poderia ser diferente: melhor. Match! “Não podemos deixar isso acontecer”, disse um. “Vamos mudar este cenário”, disse o outro. Com desespero nos olhos de cigano oblíquos e esfomeado, o publicitário, em sua mais visceral sinceridade, perguntou “o que vamos fazer?”, o administrador, por sua vez, respirou fundo, engoliu suas mágoas, suas tristezas e deixou a ambição e a esperança de dias melhores dizerem por si: cala boca, Magda! E como todo bom brasileiro não desiste nunca, os heróis desta história, arregaçaram as mangas e se agarraram na força, foco e (ca)fé.

Planejamento de um lado, estudo do outro, nome?, qual vai ser o nome?, trabalho, trabalho, trabalho, pausa pra um café… uma bolachinha… mais um cafézinho… uma soneca se pá! Trabalho, trabalho, já sei! Topia, com Brasil, vamos criar uma nova civilização criativa! Yes! Ok, trabalho, trabalho, estratégia, valores, plano de negócios, plano de crescimento, ambiente incrível pros brazucas, recrutar brazucas, clientes, mais um cafezinho… Hmmm… show! Pronto! Assim nasceu a agência de publicidade Brazutopia, feliz e contente, seguindo outra canção: a da publicidade e propaganda feita com o profissionalismo e eficiência de quem REALMENTE MANJA DOS PARANAUÊ.

Foi assim que o sol nasceu pra essa nova civilização criativa. Agora estamos curtindo a praia, o verão, a maré e uma aguinha de côco. Que delícia é trabalhar no que se ama, do jeitinho que gosta! Missão cumprida? Ainda não, afinal queremos disseminar essa cultura pras mais diversas áreas, trazer resultados pra galera que colar na gente e um ambiente criativo “uaaaau” pra quem for recrutado pra ser um brazuca. Pegou a pegada?

Parece tudo meio louco mas não sei, só sei que foi assim.

Aí você nos pergunta: por que estão aqui?

A CULPA É DA RITA! SQN.

Estamos aqui, meu amigo, para salvar o mercado publicitário das garras do vilão Senso Comum. Isso mesmo! Nossa intenção é resgatar o que a publicidade e propaganda tem de melhor, pra isso convocamos um time com o espírito brazuca de criar, planejar e contribuir por uma sociedade criativa com samba no pé e profissão no coração. Somos chiques, bem.

Nossos instrumentos são a cabeça, o coração e o domínio da teoria. Afinal de contas, a teoria não é brinquedo, não, existe e precisa ser usada. Neste patamar, temos uma equipe de conselheiros pra oferecer o que o cliente precisa (e não o que ele quer), ou seja, um monte de gurus da propaganda prontinhos pra alcançar o sucesso com o que eles sabem fazer de melhor: se comunicar.

Assim, a galera fica pronta pro combate das inimigas da comunicação show, showzíssima, topzera, lokocachorrera, massa, sucesso, mara, senssa, tendência, um hino, brazuca.

Os enredos do nosso samba

TAGARAGADAGA! Os enredos são nossos valores, não de dinheiro, mas que valem muuuuuuito mais que isso. Aqui na Brazu, toda a base da empresa é construída nesses valorezões da p**** que fazem a Brazutopia um lugar maravilhoso. Dá uma espiadinha, xóvem:

(Pausa dramática pro momento sério)

  • Inovação com propósito
  • Originalidade
  • Atitude
  • Qualidade superior
  • Política de cuidado com impacto ambiental
  • Estreito relacionamento com o cliente
  • Respeito com o mercado
  • Coletividade
  • Evolução
  • Catalisar talentos
  • Tomar café e comer brigadeiro (é sério, ô!)

Onde estamos

NO INFINITO E ALÉM!

Brinks! Estamos localizados na cidadezica de Maringá/PR, mas vamos combinar que com essa tecnologia que permite a gente ir à Lua se quiser, podemos estar em todos os lugares desse Brasilzão de meus acarajés e até do mundo.

Mas físico, físico mesmo, é aqui ó:

O que fazemos

Publicidade e propaganda na sua forma mais pura. Costumamos dizer que somos uma agê 360, afinal mandamos bem (modéstia à parte: MUUUUITO BEM, BEM DEMAIS DA CONTA, TIPO MUITO MEEEEEESMO) tanto no digital quanto no off.

Como a gente faz isso? Oxente, my god! (Desculpa, pensei inglês.) É “simples”: contamos com uma civilização interna especializada nestas esferas e estamos antenados em todas as novidades e, também, em toda a teoria desenvolvida no ramo. Ou seja, faca, queijo e até uma goiabadinha na mão pra fazer um lanche mais que completo. Aqui, se a vida nos dá limões, fazemos uma caipirinha excepcional e até rola um churras com sambinha gostoso pra gente comemorar o sucesso.

Então se você precisa de uma agência completinha, que não trabalha fazendo a loka, mas que desenvolve planejamento, reflete sobre a estratégia, estuda o mercado, adequa o posicionamento e desenvolve materiais pensando na eficiência e não no senso comum, você precisa da gente.

Aqui se faz, aqui se cria.

Tá ouvindo?

Ouça que coisa mais linda, mais cheia de graça, é a bateria dos brazucas chegando com tudo!

Paxonou pela gente, né?!

Então vem bater um papo, o café é por nossa conta. (Ou manda um e-mail, whats, carta, pombo correio, sinal de fumaça…)